Petro de Luanda confirmado na Superliga africana

O Petro de Luanda vai disputar a primeira edição da Superliga africana em futebol, de outubro a novembro, confirmou ontem(26) a Confederação Africana de Futebol (CAF).

São oito as equipas que, numa fase experimental, vão disputar a competição, nomeadamente, o Wydad Athletic, campeão africano, e o Raja Casablanca, ambos de Marrocos, o Al Ahly do Egipto, o Mamelodi Sundowns da África do Sul, o Petro de Luanda de Angola, o Simba SC da Tanzânia, o Esperance de Tunis da Tunísia e o Horoya da Guiné Conacri.

Cada equipa vai receber um bónus de participação avaliado em um milhão de euros, sendo que o vencedor encaixa nos cofres cerca de seis milhões, e também ficam isentas de despesas com transportação aérea e alojamentos, que serão suportadas pela CAF.

Petro falha jogo e regressa mais cedo do estágio em Portugal

O Petro Atlético vai terminar mais cedo o estágio em Portugal devido ao cancelamento do jogo com o Vila Franquese por motivos desconhecidos, segundo o que a CLAQUE MAGAZINE apurou.

Em terras lusas os tricolores tinham agendados dois jogos amigáveis, onde o jogo diante da Estrela de Amadora foi realizado na última quinta-feira(12), onde terminou empatado a 2 golos.

De informar que campeão actual do Girabola não efectuou hoje o jogo que estava marcado com o Vila Franquese de Portugal, sendo que é esperado o seu regresso ao país no dia de amanhã, 18 de Fevereiro.

P