França: Xande Silva marca na vitória do Dijon

O filho do ex-internacional angolano Quinzinho voltou a ser decisivo no último sábado, brilhando na vitória do Dijon, por 1-2, sobre o Metz, em partida no Stade Saint-Symphorien, a contar para 5ª jornada da segunda Liga francesa de futebol.

O angolano abriu o marcador aos 29 minutos, na sequência de uma assistência do francês Stade Saint-Symphorien, resultado com que as equipas foram ao intervalo, para aos 60 minutos, Mickaël Le Bihan ampliar o marcador para 0-2.

A equipa caseira que aos 68 minutos falhou uma penalidade, através do senegalês Ibrahima Niané, na sequência de uma falta e expulsão do duplo amarelo, de Christopher Rocchia, reduziram 10 minutos depois, com golo do senegalês Lamine Gueye.

A se destacar no futebol francês, Zande Silva está envolvido em quatro golos (2 golos e 2 assistências) desde o final de julho, somando 228 minutos.

Oficial: Xande Silva do Dijon de França

O avançado Xande Silva assinou por três anos com o Dijon, da Ligue 2 de França, tendo se juntado aos treinos da nova equipa nesta quarta-feira.

Aos 25 anos, o filho do antigo internacional pelos Palancas Negras, Quinzinho vai experimentar o futebol de um quarto país, depois de atuar em Portugal, no Guimarães, Inglaterra, pelo West Ham e Nottingham Forest, e Aris Salonika da Grécia.

França: Jonathan Panzo goleado no duelo com Eduardo Camavinga

Num duelo que colocou frente-a-frente o internacional jovem inglês Jonathan Panzo e Eduardo Camavinga, internacional francês, Camavinga levou vantagem, ao ajudar o Rennes a vencer hoje, em casa o Dijon, por 5-1, em jogo a contar para a 34ª jornada da Ligue 1 Uber Eats.

Com os dois angolanos a titular, os visitantes se adiantaram no marcador aos 9 minutos, através de uma grande penalidade convertida pelo argelino Yassine Benzia. Aos 15 minutos Martin Terrier repôs a igualdade, resultado com que terminou a primeira parte.

Na etapa complementar, Martin Terrier fez a virada aos 71 minutos, numa assistência de Eduardo Camavinga, para no minuto seguinte Flavien Tait apontar o terceiro do Rennes. Aos 81, Gerzino Nyamsi fez o quarto golo, três minutos depois de Camavinga dar o seu lugar a Clément Grenier, que aos dois minutos do tempo de compensação ampliou para 5-1.

P