Indonésia: Ary Papel apontado como reforço do Bhayangkara FC

O angolano Manuel David Afonso, mais conhecido como “Ary Papel”, melhor jogador e melhor marcador do Campeonato da Iª Divisão da Líbia, edição 2021/22, ao serviço do do Al Akhdar SC, é desejado pelo Bhayangkara Football Club, 14º da presente edição da Liga da Indonésia. Segundo avança o portal sultra.tribunnews.com.

Segundo a fonte, os indonésios pretendem o camisola 30, para substituir o espanhol Youss Ezzejjari, a pedido do treinador Widodo Putro, que tem simpatia pelo craque angolano, após o ter visto em 2 ocasiões ao serviço dos egípcios do Ismaily.

Apesar de ter sido avançado uma proposta salárial avaliado em cerca de 30 mil dolares americanos, o que despertou interesse do avançado angolano, o negócio está por ser definido entre os clubes, não estando descartado um emprestimo.

O Bhayangkara Football Club é um clube com sede em Bekasi Regency, West Java, Indonésia, ligado à Polícia Nacional da Indonésia, com muitos dos seus jogadores atuando como policiais, no caso, sem contrato profissional.

 

 

Egípcios confirmam saída de Ary Papel para o Ittihad de Marrocos

Em declaração à ONTime Sports, Hamad Ibrahim, treinador adjunto do Ismaily SC, avançou que Ary Papel deixou o clube egípcio e rumou para o Reino de Marrocos, onde vai representar o Ittihad de Tanger.

Falando em reação a saída do tunisino Fakhreddine Ben Youssef, para o no Pyramids FC, também do Egipto, Hamad Ibrahim avançou que Ary Papel também está de saída e vai representar os marroquinos do Ittihad de Tanger, sem explicar os detalhes da transferência. “Ary Papel também assinou pelo Ittihad…, disse o treinador”.

Pelo clube egípcio, Ary Papel fez 20 jogos, com um saldo de 5 golos marcados e uma assistência.

Egipto: Ismaily SC coloca Ary Papel fora dos planos

O Ismaily SC, emblema egípcio da Premier League, decidiu vender o internacional angolano Ary Papel na próxima janela de transferências, de acordo com à imprensa local.

Segundo as fontes, embora reconhecida qualidade, Ary Papel que marcou cinco golos e uma assistência em 21 jogos até ao momento, não conseguiu convencer o treinador Ehab Galal e este informou à direcção do clube que não quer mantê-lo para a próxima temporada, apesar do contrato durar até 2023.

Com a situação, o clube pretende a rescisão amigável, não aprovada pelo jogador, embora não se descarta a possibilidade de um empréstimo para outros mercados, sendo que o 1º de Agosto já foi abordado.

P