Sudão. Macaia na lista dos dispensados e com provável regresso ao 1° de Agosto

O internacional angolano Macaia está de saída do Al Merrikh do Sudão por não estar nos planos do novo treinador da equipa, Heron Ricardo.

Segundo o que é revelado pela imprensa desportiva daquele país, espera-se várias mexidas no plantel do Al Merrikh, com destaque para novas aquisições, onde especula-se que Macaia estej d regresso ao seu clube de origem, o 1° de Agosto, casa onde deu cartas em vários jogos do Campeonato Nacional, principalmente nas Afrotaças.

Macaia assinou com a equipa sudanesa em Julho de 2022 e onde tem o seu passe no livre no mercado. No clube sudanês, o jogador angolano tem sido regular dentro das quatro linhas, o que não se percebe as razões que levaram o técnico brasileiro a não contar com ele na presente temporada.

De acordo ainda com os jornais daquele país, a varredura de Heron Ricardo está a ser interpretada como um mau sinal para o desempenho da equipa nas competições domésticas.

Estádio do 1° Agosto com nota positiva em seu primeiro jogo oficial experimental

O Estádio França Ndalu recebeu com afinco o seu primeiro jogo oficial experimental, na última segunda-feira, que opôs o 1° Agosto B e o Petro de Luanda B, para a 17° jornada do provincial.

O jogo experimental deu para atestar as condições de acesso, mobilidade, segurança, funcionalidade das áreas destinadas aos intervenientes na partida, zonas reservadas ao público e escoamento do estádio afecto a equipa dos militares e que está em fase de acabamento.

O primeiro anel está concluído com cadeiras de plástico, neste momento só falta o segundo anel e os balneários devem melhorar em alguns aspectos. Estamos em bom caminho“, disse um sócio-adepto da equipa das Forças Armadas que esteve presente no jogo.

Já Dioníso de Almeida, antigo árbitro e comentador desportivo, disse que o Estádio vem para valorizar o desporto nacional, principalmente na capital do país, realçando que os clubes devem trabalhar para terem infra-estruturas como essa do 1° Agosto.

Acredito que a dimensão não é internacional, porque na minha visão as dimensões são minimas. Com a dimensão mínima que o campo apresenta não será possíveis acolher jogos internacionais“, sublinhou.

Sobre o Provincial de Luanda, o 1° Agosto B  venceu por 3-1 o Petro de Luanda B, ficando isolado na liderança do campeonato. Os golos do encontro foram apontados por Kali, aos 38 minutos, Tombi (56), e Manu(87), todo da equipa dos militares, enquanto Lito (61) apontou o tento da formação dos tricolores.

P