Sporting do Bié com patrocínio de 25 milhões de kwanzas rumo ao Girabola

O problema financeiro que afecta há alguns anos a formação do Sporting Clube Petróleos do Bié poderá estar minimizada nos próximos tempos, com a garantia de patrocínio da Fundação Alice Dombolo, avaliado em 25 milhões de kwanzas, por ano.

A garantia foi oficializada pelo presidente da Associação dos Naturais e Amigos do Bié (ANABIÉ), no passado sábado, no Estádio do Sporting Clube do Bié, por ocasião das celebrações dos 88 anos de existência da cidade do Cuito, que junto dos representantes da Fundação Alice Dombolo, asseguraram que os valores serão angariados a partir dos seus parceiros, nomeadamente o “Viva Seguro”, Grupo Carrinho e as agências bancárias BCI e Keve.

Apesar do montante em causa não cobrir todas as necessidades do clube, a representante da da Fundação Alice Dombolo, Gracieth Súngua referiu que o mesmo, irá minimizar algumas carências, na concretização do objectivo, que visa colocar a equipa no Girabola, no próximo ano.

Em reação, o presidente de direcção do Sporting do Bié, Paulo Jorge Capama, enalteceu o gesto, tendo apelado a outras instituições no sentido de apoiarem este clube que tem contribuído no desenvolvimento de diversas modalidades desportivas.

Com 108 anos de existência, o clube conta com 550 atletas em formação, nas modalidades de futebol, basquetebol, andebol, atletismo, ginástica e voleibol, além de 41 funcionários, já esteve no Girabola, em 1989, 2000 e 2005, debate-se com falta de dinheiro desde 2018, ano em que o patrocinador oficial, a empresa petrolífera Total, deixou de financiar.

 

ADDVERTISE