Estádio França Ndalu aguarda aval da FAF

A utilização oficial do Estádio França Ndalu está a depender do aval da Federação Angolana de Futebol (FAF), afirmou hoje (sábado), em Luanda, o presidente do 1º de Agosto, Carlos Hendrick, aquando da apresentação oficial do plantel da equipa de futebol, visando a época 2023/24.

Localizado na Cidade Desportiva, o Estádio António dos Santos França “Ndalu”, homenagem ao seu antigo dirigente do clube, ainda carece de luzes e parte da cobertura, bem como os acabamentos dos camarotes VIP, imprensa e parte do segundo anel, mas segundo o presidente do clube, tem as condições mínimas aceitáveis, e vai ajudar a economizar cerca de dois milhões de Kwanzas por semana.

Em declarações à imprensa, o dirigente da agremiação “militar” referiu terem um custo acima de dois milhões de Kwanzas, quando joga na condição de anfitrião no Estádio 11 de Novembro, valor que pode ser aproveitado para outros fins.

“É imprescindível termos o estádio aprovado, porque, as despesas que temos em cada jornada são elevadas. Pensamos que a primeira jornada seja realizada aqui no nosso campo. Por isso, esperamos pelo parecer da FAF, para abrirmos as portas a nossa massa associativa”, disse.

Com capacidade para 20 mil pessoas, a infraestrutura recebeu, no princípio do ano, a inspecção da Confederação Africana de Futebol (CAF), que recomendou melhorias nos balneários.

ADDVERTISE