Connect with us

Diáspora

Clinton Mata arrependido por ter escolhido os Palancas Negras

O internacional angolano Mukoni Mata Pedro Lourenço “Clinton Mata” que a 10 de Setembro de 2014, optou por representar os Palancas Negras, descartando a congênere belga, manifestou arrependido pela escolha, segundo Sporza, rede belga de rádio e televisão VRT.

Em notícia tornada pública na passada segunda-feira, pelo sporza.be, o lateral angolano, que é o melhor na posição a actuar na liga belga, certamente poderia reivindicar um lugar na seleção de Roberto Martinez. Porém, há sete anos a convite do então selecionador nacional, Romeu Filemon, optou por Angola, onde soma oito internacionalizações.

Questionado sobre o seu momento actual e as ausências nos Palancas Negras, e um possível arrependimento, Mata reconheceu que na época não previa que alcançaria os níveis actuais, e que estaria mentindo se dissesse que não se arrependo da escolha.

“Há arrependimentos, é claro. Estaria mentindo se dissesse que não me arrependo dessa escolha. Mas quem conheceu Clinton Mata há 7 anos, não poderia ter previsto que eu alcançaria esse nível”, disse, reforçando que no tempo em que passou por África, viu tantas coisas más que nunca poderá reclamar por pequenos desconfortos.

Prestes a comemorar o terceiro título de campeão belga, Clinton manifesta o desejo de concretizar com Angola, o regresso a uma Copa do mundo e espera estar entre os presentes diante do Egipto em Maio, em jogo da primeira jornada dos jogos de qualificação.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

More in Diáspora

P