CHAN 2023: Avançado do Sagrada Esperança ajuda Moçambique no triunfo inédito

O avançado moçambicano Pachoio Lau Há King, 24 anos, recentemente anunciado como reforço do Sagrada Esperança da Lunda-Norte para a segunda fase do Girabola 2022/2023, foi autor de um dos golos com que a selecção moçambicana venceu por 3-2 a congénere da Líbia, no Estádio Nelson Mandela, em Argel, a capital argelina, e fez história no CHAN, arrecadando o primeiro triunfo nesta prova.

O atleta que trocou a União Desportivo do Songo, campeão de Moçambola, pela equipa angolana num contrato de uma época e meia, marcou aos 84 minutos, o terceiro golo dos Mambas, após ter entrado em campo, aos 55 minutos, numa partida em que os líbios começaram por dominar os primeiros minutos com várias oportunidades junto da baliza de Victor Guambe, o guarda-redes moçambicano, mas sem um perigo real.

Moçambique apresentou dificuldades em sair do seu meio-campo e a pressão líbia não deixava a defesa moçambicana respirar. Aos 23 minutos, essa pressão acabou por dar os seus frutos, num cruzamento perigoso, Chico, defesa moçambicano de 31 anos, na tentativa de cortar a bola, colocou o esférico dentro da sua própria baliza.

No intervalo o resultado mantinha-se a favor dos líbios, com os moçambicanos a virarem o jogo a partir do banco, após Chiquinho Conde ter feito entrar Melque, avançado de 25 anos que actua no Black Bulls, que empatou aos 74 minutos, para Nené, que saiu do banco aos 70 minutos, ampliar aos 80 minutos, e Lau King, apontar o terceiro.

A vencer por 3-1, os Mambas caminhavam para o primeiro triunfo, mas ainda houve tempo para um susto. O avançado líbio, Anis Saltou, aproveitou um erro de Victor Guambe para apontar o segundo golo da Líbia.

Recorde-se que os Mambas nunca tinham vencido um jogo no CHAN, três derrotas em 2014 e um empate em 2023 frente à Etiópia. Desta vez é o primeiro triunfo, os primeiros três pontos arrecadados pela selecção moçambicana.

ADDVERTISE